Rating for renerbrito.blogspot.com

Frase do Dia.


Um líder se torna um tirano quando sua liderança e seus objetivos não são mais para o bem de todos, mas para sua própria gloria.

Autor: Rener Brito.

dezembro 29, 2009

O espírito do natal


Chega o “natal” e a sociedade é possuída pelo o espírito natalino – espírito este que aflora a emoção, e sob o impulso da emoção a sociedade é levada a tentar reconciliar-se com seus desafetos, como a uma atenção e um tratamento melhor para com os familiares: filhos, pai, mãe, parentes.
E não se esquecendo das instituições como: os asilos, orfanatos e ONGs... Que neste período são mais assistidas.

Como seria cômico se não fosse tão triste esta espiritualidade mórbida e hipócrita que chega até a  emocionar, mas que não leva a amar.

Amar seria fazer o ano todo o que se quer fazer em um dia de “natal”.
Mas para isto é preciso entender que o dia de “natal” tem a ver com um velhinho chamado Noel e um espírito natalino que proporciona um dia de emoção e presentes.
Mas o nascimento da criança chamada JESUS e o seu grande sacrifício no calvário é um chamado aos homens para todos os dias serem dias de amar e partilhar com todos, tocados pelo Espírito Santo de paz.

Rener

dezembro 26, 2009

Satanás e a Árvore do Eden.


Porque Deus não destruiu satanás? Porque Deus colocou a árvore no meio do jardim?

Estas são algumas das perguntas que tem deixado muita gente com o pé atrás com referencia ao Amor e a onisciência de Deus.

Imaginar que Deus destruiu satanás e não colocou a árvore no meio do jardim, é para quem ainda não compreendeu o AMOR, que é liberdade e prontidão.

Que Deus seria este!? E que amor seria este, que criaria uma redoma de proteção em torno do homem, e o subjugaria só para não correr o risco de não ter o seu amor!?.

Deus ter deixado satanás vivo como exemplo, e ter colocado a árvore no meio do jardim como condição, é a maior prova de AMOR de que Deus busca no homem um amor de prontidão e consciência e não de obrigação e escravidão.

Com satanás e a árvore no meio do jardim o homem teve:
1 - A oportunidade e a liberdade de escolher de quem aprender, posto que Deus todo os dias ia ao Éden ensinar ao homem a cerca de tudo, não necessitando de outro meio ou instrutor para seu aprendizado.
2 – Com a árvore o homem teve a liberdade de expor seu desejo de permanecer gozando do conforto do Éden e da comunhão com Deus ou não.

Rener

dezembro 23, 2009

Origem do Pecado.


Lúcifer (Filho da Alva) em plena liberdade diante de Deus, é consumido por um sentimento de egolatria e narcisismo - rebela-se e lidera uma rebelião contra Deus, e desperta um questionamento acerca da legitimidade da soberania e do amor de Deus. Imediatamente, Deus, em pleno ato de justiça, expulsa do céu lúcifer e os anjos que com ele se rebolearam.

Processo de desenvolvimento do pecado no homem.

Disse Deus: façamos o homem a nossa imagem e semelhança, e fez Deus o homem ser puro e o colocou no Éden...Gêneses 1:27

Gêneses 3:1 - “ORA, a serpente era mais astuta que todas as alimárias do campo que o Senhor Deus tinha feito. E esta disse à mulher: É assim que Deus disse: Não comereis de toda a árvore do jardim?”

Aqui satanás relativiza apalavra de Deus e levanta um questionamento que logo é acolhido como uma dúvida satânica.

Gêneses 3:5 - “Porque Deus sabe que no dia em que dele comerdes se abrirão os vossos olhos, e sereis como Deus, sabendo o bem e o mal”.

Aqui satanás tenta tiranizar Deus, como se Deus estivesse impondo limites desnecessários à vida do homem, ao mesmo tempo em que lança a possibilidade da autodivinização do homem, ou seja, a total independência de Deus como ele assim escolheu existir.
Após a absolvição da dúvida satânica desenvolve-se no homem a síndrome de lúcifer um conjunto de várias causas e sintomas que neste caso foi espiritual, e que teve começo com uma egolatria e um narcisismo- que levou à perda da percepção da fonte da vida que é Deus.

Rener

dezembro 15, 2009

Casamento



Algumas pessoas se perguntam: por que meu casamento não deu certo? Onde errei?
Outros dizem: "Meu casamento não deu certo por causa dele ou dela".

E eu te pergunto! O que é um casamento!?

Por ventura seria o casamento um contrato entre duas pessoas que por acordo assinaram um documento em cartório perante um juiz dando posse de um ao outro...? Seria o casamento uma saída para alguém que pensa: “É, preciso me casar e logo ter filhos, já estou ficando com a idade avançada e preciso suprir minha 'carência' "

Hoje em dia percebemos todos os tipos de motivações na busca de se construir um matrimônio, menos a correta motivação, o AMOR. Somente o amor é capaz de produzir o fenômeno da unicidade, passando assim, os dois a ser uma só carne.


Você pode estar agora se perguntando: afinal, o que realmente é um casamento? O que respondo: AME, por que só assim você irá descobrir. Não é possível fazer alguém perceber a diferença entre um relacionamento(processo) e uma relação(estática) sem que este AME, pois amando você perceberá a distinção entre amar ,que é um processo, e manter uma relação que não provém do amor, porque se o amor não estiver à frente do relacionamento e sim os motivos citados como continuidade da prole e apoio no envelhecimento, esta relação tende ao desgaste e à troca ou reciprocidade, que não é AMOR.

dezembro 03, 2009

Um momento

Gostaria de dizer o indizível que a mim é dito pelo meu sentir, e dividir com você as revelações que há nas profundezas do meu sentir, sentir por você. 

Rener

dezembro 02, 2009

Sofrimento


Você pergunta. Por que sofro? E eu te pergunto, podemos escolher não sofrer!? O sofrimento é inerente a vida. Você não pode escolher não sofrer, só como sofrer.
Há os que optam sofrer pelo o que é justo, entregando-se ao amor. Há os que optam sofrer pelo o que é injusto, entregando-se ao ódio.
Quando amamos, o sofrimento na carne pode ser inevitável como conseqüência do amor, mas na alma o amor produz refrigério seguido de gozo e paz.
Mas quando o sofrimento é por injustiça, não só há sofrimento na carne, como a alma sofre, acometida de ânsia e desespero, um sentimento de culpa que a corrói.
Foi assim com Judas Iscariotes antes de suicidar-se.


Rener